terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Igreja alerta!


ALERTA PARA A IGREJA! PORQUE O DIA DO SENHOR ESTÁ PRÓXIMO!
David Wilkerson
"Tocai a trombeta em Sião e dai voz de rebate no meu santo monte; perturbem-se todos os moradores da terra, porque o Dia do Senhor vem, já está próximo" (Joel 2:1).
Ó Sião, povo santo de Deus, desperte ao som da trombeta, pois o dia do Senhor está próximo, e o nosso Rei vem em glória com Seus exércitos para estabelecer Seu reino.
Ó sonolentos santos do Deus Altíssimo, movam-se, removam de si os seus malfeitos, e vistam toda a armadura de Deus; pois os inimigos de Deus resolveram guerrear contra o Senhor e os Seus santos. "Dia de escuridão e densas trevas, dia de nuvens e negridão!...um povo grande e poderoso, qual desde o tempo antigo nunca houve, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração. À frente deles vai fogo devorador...Diante deles, tremem os povos; todos os rostos empalidecem" (Joel 2:2-6).
Sião, você não ouviu que "Diante deles, treme a terra, e os céus se abalam; o sol e a lua se escurecem, e as estrelas retiram o seu resplendor"? (Joel 2:10).
Vendo que muito breve os próprios elementos se desfarão com fervente calor, por que o povo do Senhor vadia calmamente na cama sem nenhum interesse, comendo, bebendo e dando-se em casamento? Você ainda não ouviu, ó Sião, a trombeta soando? Será que se tornou tão cega pela prosperidade, tão surda pelas cobiças e cuidados deste mundo que não consegue ouvir? Você não consegue discernir os tempos? Não sabe que o dia do Senhor está bem às portas? Será que isso é hora de relaxamento, de entregar todo tempo e energia aos seus próprios interesses? Você vai continuar por dias e dias sem buscar a face de Deus? Vai continuar se esquecendo d'Aquele que a retirou da escravidão? Irá negligenciar Sua palavra, Sua casa, o lugar secreto de oração? Você vai ficar se consolando dizendo: "Ele não está chegando! O juízo não está perto! Vou relaxar, curtir a vida e os prazeres, e ficarei com Ele quando eu deixar de atender aos meus desejos"?
O Espírito diz: toque a trombeta em Sião e chame o Meu povo dizendo: "Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto. Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao Senhor, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e, se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará, e se arrependerá, e deixará após si uma bênção...?" (Joel 2:12-14). Nesse momento Ele "marca com um sinal a testa dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela" (Ezequiel 9:4).
"Tocai a trombeta em Sião, promulgai um santo jejum, proclamai uma assembléia solene. Congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, reuni os filhinhos...saia o noivo da sua recâmara, e a noiva, do seu aposento" (Joel 2:15-16).
Onde estão os sacerdotes do Senhor que deveriam estar chorando entre os pórticos e o altar? Onde estão os profetas que foram despertados e gritam "Poupa o teu povo, ó Senhor" (Joel 2:17)? Os sacerdotes estão dormindo! "Já ninguém há que invoque o teu nome, que se desperte e te detenha; porque escondes de nós o rosto e nos consomes por causa das nossas iniqüidades" (Isaías 64:7). Cristo, o Noivo, já deixou a câmara celestial, e dirige-se ao encontro com a noiva. E nesse instante o Espírito grita à esta para que desperte e saia para encontrá-Lo - Ele, a quem sua alma ama. Os pastores não deveriam estar prostrados sobre suas faces diante de Deus, chorando, confessando seus pecados, e os pecados do povo de Deus? Os sacerdotes do Senhor não deveriam estar despertando a noiva? Meu Deus, como os Seus pastores ficaram cegos.
Enquanto as hordas de Satanás se alinham para guerrear os céus, enquanto os exércitos e carros de Deus marcham em fila para o conflito final, os pastores brincam. "Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não apascentarão os pastores as ovelhas? Comeis as gorduras, vesti-vos da lã e degolais o cevado; mas não apascentais as ovelhas" (Ezequiel 34:2,3).
Ó cegos pastores de Sião - vocês foram chamados a reunir o povo de Deus em assembléia solene - e não para se divertir e brincar. "Filho do homem, profetiza e dize: Assim diz o Senhor: A espada, a espada está afiada e polida; afiada para matança, polida para reluzir como relâmpago. Israel diz: Alegremo-nos!" (Ezequiel 21:9,10). Vocês foram ordenados pelo Senhor dos exércitos a rostrarem seus rostos no chão em humildade, quebrantados e arrependidos. Você se lamenta, ó homem de Deus? Você está envergonhado, ó esposo de Sião? Acorde, ó bebedor de vinho - pois o inimigo veio sobre a terra, e você não sabe. Será ouvido "O uivo dos pastores, porque a sua glória é destruída!" (Zacarias 11:3).
O vinho está se estragando; as sementes estão se apodrecendo sob a terra; as lagartas estão devorando os campos - e ninguém pranteia por isso! Todos buscam seus interesses; o amor de muitos se esfria; e a alegria está se apagando nos filhos de Deus. É porque não há no púlpito um pastor que enxergue a urgência; ninguém que tenha ouvido o som da trombeta de Sião; ninguém que tenha se purificado da iniqüidade, e que0 proclame o dia do Senhor com poder! "Os seus profetas são levianos, homens pérfidos; os seus sacerdotes profanam o santuário e violam a lei" (Sofonias 3:4).
Ele poderia ter curado os apóstatas desta nação, se os pastores do Senhor tivessem despertado e vigiado. Mas os olhos dos vigias se tornaram pesados pelo sono, e os sacerdotes se recusaram a invocar com poder o Seu nome. A Sua ira poderia ter sido desviada, houvessem os ministros na casa de Deus se prostrado sobre suas faces, invocando os céus para perdoar e curar o povo.
Por que os filhos abandonam os caminhos do Senhor? Por que os jovens se aconchegam à filha de Babilônia e marcham com os ímpios? Por que estão tão agressivos, tão incrédulos, tão firmes nos caminhos mundanos? É porque não há uma palavra clara e solene nos púlpitos da terra. Os ministros, carregados de dúvidas e pecados, ficam acovardados diante dos poderes das trevas, pois perderam a autoridade espiritual.
Um remanescente santo de fiéis pastores ainda está na terra. Eles pranteiam pelo rebanho; sofrem com os pecados do povo de Deus; são pessoas que voltaram para o Senhor de todo coração - contudo, são poucos e desprezados. Muitos profetas se tornaram ocos, e o povo de Deus gosta que seja assim.
A congregação de Sião está corrompida! O dia do Senhor está às portas; a terra está perplexa; há desolação e destruição ameaçando por todos os lados - porém, o povo do Senhor não leva isso a sério. A igreja está no vale da decisão; o Espírito avançou para despertar e provocar os que dormem - porém, não há temor de Deus em seus olhos. O juízo se aproxima? Não enquanto não acabar o programa favorito de televisão. Não enquanto as últimas escórias de prazer não forem sorvidas. Não enquanto a vida de comodismo não se esgotar. Não enquanto todos os desejos e ambições da carne não forem atendidos. "Não nos interrompa, ó Deus", parecem dizer, "pois a vinda do Senhor ou um súbito juízo, negariam tudo o que desejam nossos corações".
Ó povo de Sião - que se desviou - você jamais voltará ao Senhor de todo coração? Jamais afastará de si os adultérios, a fornicação, a busca do prazer?